sexta-feira, 26 de novembro de 2010

O Paraíso é um lugar entre o céu e a terra


Editorial Agartha, 2010, 272 p., R$ 38,00
.
O grande propósito desta obra, é tentar antever certas tendências que virão ao mundo quando a humanidade pretender regressar para uma forma sadia e equilibrada de vida, coisa que não deverá tardar considerando as crises e as ameaças que já pairam sobre todo o planeta. Afinal, todos os grandes calendários mundiais antigos, elaborados sobre a experiência de longos milênios de observação, costumam mesmo anunciar a chegada das Idades de Ouro, após atravessada uma grande crise civilizatória.
Naturalmente, se procurará de início a cura como é de hábito, ou seja, em atitudes contrárias àquelas que remeteram à doença. Isto até poderá ajudar num primeiro momento, porém, nisto também se pode cair em novo engodo, suscitando resistências e dificuldades. A verdadeira meta deve ser a da harmonia, e apenas através disto é que se pode, ato seguinte, preservar a saúde. Assim, esta é uma obra que fala do equilíbrio, acima de tudo, porque a Idade de Ouro, mais que dominada pela “espiritualidade”, representa na verdade o justo equilíbrio das coisas. Bem observadas, as instituições destas “sociedades sagradas” se caracterizam pelo universalismo, o holismo e a unidade.
Nisto, teremos a oportunidade de rever a importância universal da Ecologia, e ao mesmo também o papel fundamental da Hierarquia, agora que rumamos, a partir de 2012 em especial, para a manifestação de uma nova raça-raiz, começando por suas Idades mais nobres que são as Idades de Ouro e de Prata, também conhecidas como sendo as famosas épocas em que “os deuses andam entre os homens”.
.
Do Prefácio da obra "O Paraíso é um lugar entre o céu e a terra", Luís A. W. Salvi.

PEDIDOS
HOME

Nenhum comentário:

Postar um comentário