sábado, 15 de maio de 2010

BRAHMANISMO - a Síntese social


(272 páginas, Editorial Agartha, AP, 2009, R$ 38,00)
.
Embora o Brahmanismo seja uma doutrina rica e complexa, tudo se resume ao fim e ao cabo no sistema social elaborado sob esta filosofia, que é, afinal de contas, um sistema social também ele rico e complexo. E isto confirma a noção de que a genesis antiga tinha toda uma dimensão sócio-cultural e cíclica (iniciação e seu aspecto profano, a reencarnação) embutida.
O propósito da presente obra, é oferecer bases para o resgate, a restauração e a renovação do Brahmanismo, a partir da análise de alguns dos seus fundamentos primevos, simbólicos e mais profundos. O presente estudo trata, assim, de certo Brahmanismo “esotérico” ou original, cuja realidade, embora soe utópica aos olhos modernos e estranha a certas luzes históricas, transparece numa análise imparcial do sistema áryo e concorda com a ótica de muitos filósofos e sociólogos de renome sobre os fatos. É daí uma verdadeira redescoberta que se oferece nesta obra, ao retirar o pó dos séculos das jóias originais da Sabedoria das Idades, oferecendo aos tempos atuais novas e inusitadas perspectivas, indo ao encontro dos sonhos mais avançados dos sábios de todas as épocas.
Tal sistema -chamado varnashramadharma ou “lei das castas cíclicas” (nada a ver, portanto, com a artificial idéia posterior de castas cristalizadas por nascimento, ou jati)-, representa uma expressão didática do ideário da “Religião da Civilização”, verdadeira súmula da Ciência dos Adeptos que corresponde à orquestração dos elementos culturais (e naturais) humanos, de forma dinâmica e evolucionária, tendo em vista o máximo desenvolvimento dos potenciais humanos e a virtual “superação” desta etapa evolutiva da espécie, abrindo as portas para a experiência do “além-do-homem”. Nisto, a imagem do Manu, do qual emanam as castas, serve como referência direta para este transcendente propósito.

PEDIDOS
HOME

Nenhum comentário:

Postar um comentário