domingo, 22 de fevereiro de 2009

MERKABAH - A CÚPULA DE CRISTAL

(304 páginas, Editorial Agartha, AP, 2008, R$ 40,00)
.
A Pirâmide foi sempre um símbolo da organização do mundo, da disposição de uma estrutura sólida e estável. Por isto todas as culturas sagradas resumiram os seus conhecimentos na forma de pirâmides.
Mas eis que chegamos à época das profecias. Várias tradições apresentam a manifestação da divindade através da imagem da pirâmide e do cristal, imagem da quintessência cultural. Nas hierofanias bíblicas (Ezequiel, Apocalipse) tal coisa é recorrente, até porque o Templo também está associado a isto.
A presente obra revela a chegada desta suprema realidade. A Cúpula de Cristal representa a disposição de uma energia crística de suprema envergadura sobre o planeta, instituída pelo Filho de Deus (conhecido como Jesus no advento anterior), agora que nossa própria humanidade gerou um Ser capaz de assumir os cargos supremos do planeta, até então ocupado por um Ente –Sanat Kumara– vindo de uma evolução paralela à nossa, a fim de gerar a vida em nosso planeta. Agora que estamos prestes a nos tornar uma esfera de luz, este Filho do Sacrifício libera-se finalmente de sua tarefa auto-imposta. No seu lugar "ascende ao Trono do Pai" a "Estrela da Manhã".
Para sinalizar a tudo isto revela-se uma pirâmide especial, a Mercabah, uma estrutura crística que representa a visão de todos os profetas, com destaque para as grandes revelações de Ezequiel, Enoch e João.

HOME

Nenhum comentário:

Postar um comentário